Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Quais são os Benefícios da Noz da Índia?

A noz da índia é uma semente extraída da árvore Aleurites moluccana, também chamada de Nogueira-de-Iguape. Esta planta é originada da Indonésia, mas, atualmente, é cultivada em diversos locais do mundo, como o Brasil. Ela ganhou fama por atuar como um emagrecedor natural, apesar de não haverem estudos consistentes sobre o consumo da semente para esse fim. Nos países orientais, ela é usada como tempero depois de ser cozida. A recomendação para quem quer emagrecer é ingerir pequenas quantidades da semente, que tem efeito diurético e laxante.

Porém, apesar da noz da índia ser consumida no Brasil, muitos não conhecem as suas propriedades. Mas, será que ela realmente é benéfica? Podemos utilizar a noz da índia para perder peso? Hoje vamos tentar esclarecer alguns desses questionamentos sobre a planta, confira.

Benefícios da Noz da Índia

O que se comenta na internet é que a noz da índia seria altamente emagrecedora, porque dificulta a absorção de gorduras durante o processo de digestão. Dentre os benefícios trazidos pelo consumo da semente, segundo esses relatos estão a redução do acúmulo de gordura, combate à celulite, controle dos níveis de colesterol e triglicérides, diminuição da fome e da vontade de comer doces, tratamento da prisão de ventre, alívio da ansiedade e melhoria no aspecto da pele e dos cabelos.

Como você pode notar, a lista de benefícios é extensa. No entanto, não existem estudos que realmente comprovem todos essas propriedades. Além disso, as promessas milagrosas relacionadas com o consumo da noz da índia, como a redução de até 12 quilos por mês, mostram que não há embasamento científico para o que se comenta sobre a planta.

Noz da Índia

Cuidado com o consumo da noz da índia

Ainda, de acordo com a medicina tradicional da Ásia, pode-se usar as cascas, folhas e frutas da noz da índia para tratar condições como dor de cabeça, náusea, febre, inflamação, gonorreia e colesterol alto.

De acordo com o pesquisas, é recomendado que apenas  1/8 ou 1/4 da semente de noz da índia seja utilizada por dia. Esta especiaria é comercializada em pequenas embalagens, com 8, 12, 30 ou mais sementes. Caso use-se mais do que esta dose por dia, o indivíduo pode sofrer uma intoxicação grave.

Cuidados no consumo de noz da índia

É preciso ter cuidado, no que se trata do consumo de noz da índia. Os efeitos colaterais desta planta incluem flatulência, sudorese, dor abdominal, diarreia, dor muscular, dor de cabeça, desidratação, câimbras, desnutrição e a morte, em casos mais extremos. Ou seja, em que ocorreram o consumo exagerado.

Outro problema sobre o consumo da noz da índia está na confusão com outras plantas. Como você pode ver no vídeo abaixo, a semente conhecida como chapéu de napoleão, altamente tóxica para a saúde, vem sendo vendido no mercado como se fosse a noz da índia. O consumo dessa semente pode causar sérios problemas para o organismo, além de interações com outros medicamentos.

A noz da índia não é cultivada aqui no Brasil nem possui qualquer tipo de regulamentação nos órgãos responsáveis. Assim, a semente comercializada não passa por verificações que comprovem a origem. Em um estudo realizado por pesquisadores argentinos, mostrou-se com uma avaliação botânica que todos os produtos vendidos na internet como sendo noz da índia eram na verdade a semente da Thevetia peruviana, que é tóxica.

Fica, portanto, o alerta para os nossos leitores. Apesar de todos os possíveis benefícios atribuídos à noz da índia, a falta de regulamentação e de estudos sobre a eficácia da planta torna o consumo da semente perigoso. Não consuma a noz da índia sem orientação de um médico ou nutricionista e jamais compre produtos que não passaram por inspeção.