Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

O que é Candidíase na Mama? Quais são os Tratamentos Caseiros?

A candidíase é uma doença fúngica que geralmente acomete a região genital. Ela é mais comum em mulheres, mas também pode ocorrem em homens. Porém, também existe a candidíase mamária, que é causada por fungos e aparece no mamilo.

No momento do parto, a mulher pode passar a candidíase para o bebê. Se ela não sabe que tem a doença, o fungo contamina a criança. O uso de antibióticos pela mãe ou pelo recém nascido também pode causar uma queda na imunidade que favorece a infecção fúngica.

Se a criança tem o fungo, ela pode passá-lo para a mãe por meio da amamentação. Nesse caso, os microrganismo se alojam no mamilo, causando dor e vermelhidão. É fundamental tratar o problema tanto na mãe quanto no bebê para que a infecção não passe de um para o outro continuamente. Ambos deve receber medicação antifúngica para acabar com a candidíase.

Candidíase

Nas mães, os principais sintomas da candidíase mamária são dor nos mamilos, vermelhidão, sensação de ardência, coceira no mamilo e na aréola, feridas que não cicatrizam, sensação de fisgada na mama após a mamada e formação de bolhas. Comumente, as mães sentem dores agudas dentro da mama, como “agulhadas”, e também uma sensação de “lixa”, quando o bebe passa a língua pelo mamilo.

Se o bebê também está com o fungo, é importante observar assaduras avermelhadas e com bordas bem definidas, bolinhas brancas no interior da boca e choro ao mamar.

Comumente, a candidíase na mama é ocasionada devido ao uso constante de absorventes e conchas para os seios. Estes utensílios tornam os seios um ambiente propício para o desenvolvimento de fungos, visto que eles sempre ficam úmidos. Por isto, é muito importante evitar utilizar estes absorventes e copos para captar leite, deixando os mamilos sempre arejados.

Amamentação

A amamentação pode passar o fungo do bebê para a mãe

Caso a mão ou o seu filho apresentem esses sintomas, é essencial procurar o médico para que seja iniciado o tratamento adequado.

Qual o tratamento da doença?

O especialista irá avaliar a situação da mãe e do bebê para saber qual é o tipo de tratamento mais adequado. Se a infecção não for muito grave, é possível usar apenas pomadas ou loções com ação antifúngica, geralmente à base de nistatina. Se a dor for intensa, o médico também pode receitar analgésicos e medicamentos de uso oral para combater a doença, como o Fluconazol.

Nos bebês, a forma de tratamento mais comum são as pomadas para uso oral. Elas são aplicadas diretamente sobre as bolinhas brancas e levam alguns dias para começar a fazer efeito. O ideal é que a mãe aplique o remédio depois que a criança mamar para que o produto fique em contato com a pele por mais tempo. Se os fungos estiverem no corpo do bebê, pode-se fazer uso da pomada Bepantol.

Outra medida importante é limpar e esterilizar brinquedos, chupetas, bombas de tirar leite e outros objetos que possam estar contaminados com o fungo. Assim, evita-se que a criança volte a entrar em contato com a doença durante o tratamento.

Caso as pomadas não funcionem, o médico comumente utilizará um medicamente oral antifúngico. Também, a laserterapia tem sido usado para cicatrizar os ferimentos no seio.

Tratamentos caseiros

Além dos antifúngicos mencionados acima, as mães que estiverem com candidíase nas mamas podem utilizar alguns tratamentos e métodos caseiros para eliminarem os fungos. Por exemplo, é sempre indicado expor os mamilos ao Sol por pelo menos 20 minutos ao dia, para ajudar na cicatrização das feridas e também para que eles permaneçam secos.

Ainda, é recomendado ferver todos os sutiãs que tiveram contato com o fungo, para matá-lo. Realize este procedimento todos os dias, até que a candidíase seja completamente eliminada. Outra forma de combater a infecção é ter uma dieta balanceada, evitando os açúcares, que são a principal fonte de alimentação dos fungos.

Ademais, algumas mulheres costumam lavar os seios e mamilos com vinagre, para eliminar toda a candidíase e o fungo. Porém, é interessante mencionar que, caso as mamas tenham muitas feridas, o vinagre pode ocasionar uma forte ardência.