Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Como Utilizar o Gengibre e o Alho para Curar Gripe?

A gripe é uma doença bem incômoda, ela causa febre, dor no corpo, corrimento nasal, mal estar e perda de apetite. Não existem remédios específicos para esta doença, então o próprio organismo é quem precisa expulsá-la. Por isto, é necessário que o corpo esteja bem nutrido e com a imunidade alta, pois a baixa imunidade não auxilia em nada o estado geral do organismo e a gripe pode demorar muito mais a passar.

O resfriado é o primeiro sintoma que precede a gripe, que não são a mesma coisa, o resfriado apresenta sintomas catarrais das vias respiratórias, mas baixa a imunidade, o que favorece a entrada de parasitas como o vírus da gripe. O alho é um grande antigripal, pois tem inúmeras funções, dentre elas é antibiótico, anti fúngica, microbiana e viral, é anti-inflamatória e antisséptica. Ele também é um grande depurativo do sangue, age eliminando secreções pulmonares e impede a febre.

Já o gengibre, também possui propriedades muito parecidas, tem ação bactericida e microbiana, desinflama tecidos e mucosas, elimina radicais livre prevenindo contra o envelhecimento precoce e eliminando toxinas do organismo.Além das doenças respiratórias, ele trata catarros crônicos, halitose e mau hálito, é ótimo para higienização da boca e inflamação na garganta, assim como para resfriados e rouquidão. Abaixo, saiba como combater a gripe utilizando estes dois ingredientes.

Receita

Xarope

Ingredientes: 

  • 250 g de gengibre
  • 250 g de alho
  • 100 ml de álcool

Como preparar: Você irá precisar de 250 gramas de gengibre ralado em pedaços bem pequenos e 250 gramas de alho amassado para 100 ml de álcool cereal, cachaça, conhaque ou uísque. Coloque os ingredientes em um vidro escuro esterilizado, as raízes devem ocupar aproximadamente metade do espaço do vidro, adicione os 100 ml de álcool e complete com água destilada ou fervida.

Se quiser pode adoçar com mel de abelhas. Lacre bem o vidro e tenha cuidado para não sobrar muito espaço aerado, guarde em um armário escuro por cerca de dois meses, misture sempre que possível. Após estar pronta, pode ser coado e tome uma colher de sopa duas a três vezes ao dia.

Gengibre e Alho

Se você prefere algo mais rápido o chá também é uma ótima opção, embora o cozimento possa fazer com que perca a potencial propriedade.

Chá

Ingredientes:

  • 1 limão
  • 1 gengibre
  • 3 dentes de alho
  • 1 e 1/2 de água

Como preparar: Você vai precisa de 1 limão, 1 pedaço de gengibre do tamanho do seu dedão, 3 dentes de alho para 1 xícara e meia de água. Ferva a água, acrescente o gengibre cortado em pedaços e os 3 dentes de alho picados ou amassados, deixa cozinhar por 30 minutos, desligue o fogo, junte a essa mistura o suco de limão, tape e deixe abafado até amornar, filtre e beba antes de se deitar.

Esse chá é forte, tem um gosto bem picante e pode dar um mau hálito de alho. Recomenda-se não pegar frio ou ventos após beber-lo.

Benefícios

Por ter todas essas propriedades mencionadas acima, o alho é muito indicado para curar afecções respiratórias e pulmonares, gripes e resfriado e seus sintomas catarrais, dores de cabeça, dores de ouvido, enxaqueca. Ele é usado para estimulação do sistema imunológico, acabar com a febre, infecções bacterianas e fúngicas, rouquidão, sinusite, tosses. Também, tem poder antisséptico, cura tosses e elimina secreções pulmonares além de ser tônico geral e composto de muitas vitaminas.

O xarope é muito fácil de fazer, mas leva algum tempo para ficar pronto devido as ingredientes serem compostos de raízes, o que leva mais tempo no processo de maceração.

O gengibre e o alho podem ser muito benéficos para a saúde, ele elimina inúmeras doenças e protege seu corpo de futuro infecções e ataques virais e bacterianos. Entretanto não se recomenda seu uso frequentemente, pois pode causar alguns efeitos colaterais, como indigestão, azia, entre outros. Verifique as contra indicações dos alimentos que você consume. Opte por produtos orgânicos e de produção local. Preze pelo equilibro, evitando excessos.