Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Hipertireoidismo- O Que Evitar e Como Cuidar?

O hipertireoidismo é uma doença causada pelo excesso de hormônios tireoidianos, o que provoca um aumento do metabolismo, e pode ocasionar perda de peso, aumento excessivo de apetite, agitação e arritmia. A doença de Graves é ligada ao hipertireoidismo, e ela provoca o aumento de hormônios pelo fato de o sistema imunológico começar a produzir anticorpos que atacam a própria glândula tireoide. Essa doença apresenta sintomas oculares como dor na movimentação, incômodo com a luz, olhos vermelhos e saltados.

Os risco do hipertireoidismo são vinculado à fertilidade feminina, intestino solto, fraqueza nos músculos, queda de cabelo, perda de cálcio nos ossos, entre outros problemas. É importante ter o acompanhamento de um especialista, pois esta é uma doença complicada e que pode ocasionar diversas consequências graves. O tratamento médico do hipertireoidismo é feito por meio do uso de medicamentos antitireoidianos, com o apoio de um médico endocrinologista. Porém, algumas dicas podem ajudar a tratar o hipertireoidismo de forma natural, confira abaixo.

Como tratar o hipertireoidismo de forma natural?

É importante mencionar que as dicas citadas abaixo são relativas ao tratamento e prevenção do hipertireoidismo de forma natural. Porém, é imprescindível que os indivíduos que enfrentem esta condição realizem um tratamento médico com um endocrinologista, para que este possa receitar os medicamentos corretos, que incluem antitireoidianos.

Uso de Imunossupressores

Como a maior parte das causas do excesso de hormônios se dá por causa de anticorpos, a recomendação é a utilização de imunossupressores naturais. Este tipo de propriedade faz com que o sistema imunológico perca sua eficiência ou reduza sua atividade para que os novos corpos possam se adaptar ao sistema. Normalmente é usada em doenças auto-imunes e em transplantes, evitando a rejeição do organismo.

Vale lembrar que quando o sistema imunológico esta desfavorecido deve-se ter atenção em dobro com bactérias e vírus. O chapéu de couro é um dos chás que possui essa propriedade imunossupressora. A semente de linhaça e a erva de são João também, além da cúrcuma, relshl, dentre outras plantas e alimentos.

Hipertireoidismo

Confira dicas de como tratar o hipertireoidismo de forma natural.

Evitar a Ingestão de tóxicos

A ingestão de tóxicos são muito prejudiciais para a desregulação hormonal, então, afastar-se dos halogênios, como o brometo, flúor, cloro e percloratos, é essencial. O brometo era utilizado na panificação, mas foi proibido. Contudo ainda pode ser encontrado em tinturas de cabelo, géis e fixadores ou em conservantes farmacêuticos. Ademais, o flúor é um tóxico muito como, é encontrado em enxaguantes bucais e pastas de dente. A água que chega às nossas torneiras é cheia de flúor e cloro, então procure beber água de filtre de cerâmica ou magnetizados.

A soja possui ácido fítico, este ácido impede a absorção de cálcio, zinco e magnésio. É o alimento com maior concentração de substâncias que possuem atividade antitireoidiana. Tanto para o hipertireoidismo, quanto para o hipotireoidismo a soja é um péssimo alimento.

Cuidado com minerais e vitaminas

O iodo deve ser reduzido, pois este é um elemento químico essencial para a síntese dos hormônios tireoidianos, a triiodotironina (T4) e a tiroxina (T3). É indicado para o hipotireoidismo, mas quando você já possui excesso deste hormônio, como é o caso do hipertireoidismo, é necessário impedir a produção e estabilizar a glândula tireoidiana.

Evite sal, lacticínios, peixes, carnes embutidas, temperos e molhos prontos, alimentos enlatados e industrializados no geral. Ademais, capriche na vitamina D, pois ela é crucial para o funcionamento da tiroide. Essa vitamina desempenha um papel fundamental para o equilíbrio e regulação do sistema imunológico. Alguns alimentos possuem vitamina D, mas ela é mais facilmente adquirida pela exposição ao sol.

Faça exames com regularidade, acompanhando os estados da doenças juntamente com um especialista em naturologia. Opte por produtos orgânicos e preze pelo equilíbrio, evitando excessos.