Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Grávida Pode Comer Canela?

Durante a gravidez, é comum que surjam muitas dúvidas, principalmente em mulheres que estão grávidas pela primeira vez. E para piorar, os boatos em relação ao que uma gestante pode ou não fazer são muito frequentes. Depois de ouvir um monte de histórias, as futuras mães se enchem de medo, mas nem tudo o que se diz por aí é verdade.

A canela é um dos temas polêmicos. Muita gente diz que o condimento é abortivo e, por isso, não pode ser consumido durante a gravidez. Mas, na verdade, não existem estudos que comprovem que a canela é abortiva. Na verdade, ela é um alimento termogênico, que aumenta a circulação, temperatura do corpo e também a queima de gordura. Por isto, a canela ocasiona contrações musculares, que inclui as uterinas.

Logo, é recomendado que as grávidas evitem o chá concentrado de canela para prevenir contrações uterinas, que ocasionam desconforto e até mesmo sangramentos. Saiba mais sobre este assunto abaixo e quanto de canela é recomendado que as grávidas utilizem com segurança.

A canela durante a gravidez

O mito em torno do consumo da canela durante a gravidez deriva de uma de suas propriedades. Por estimular a circulação sanguínea, ela faz o coração bater mais rápido. Isso pode causar certo desconforto na gestante, mas não leva ao aborto. Também, a canela aumenta a temperatura corporal, acelera o metabolismo e estimula a queima de gordura, o que promove a contração também de outros músculos, como o útero.

É por isto que muitas pessoas utilizam o chá de canela em grande quantidade para estimular a menstruação. Porém, é necessário mencionar que, para que isto seja feito, é necessário um uso abusivo e que este método não funciona para grande parte das mulheres.

Estudos mostram que o consumo da canela em altas quantidades pode sim ser prejudicial para as grávidas, mas que este condimento não é necessariamente abortivo. O uso excessivo pode ocasionar sangramentos e para que houvesse, de fato, algum dano, seria preciso consumir mais canela do que qualquer pessoa come normalmente.

Canela

Será que canela faz mal para as grávidas?

A quantidade canela que usamos em nossa culinária é muito pequena. Além disso, ela quase sempre é triturada ou apenas deixada durante o cozimento para dar sabor. No final das contas, a dose de substâncias ativas é quase irrisória. Por isso, os médicos consideram que comer doces e outros pratos preparados com canela durante a gravidez não traz problemas algum.

Além de não fazer mal, o consumo da canela pode até fazer bem. Como ela reduz a resitência à insulina, pode ajudar na prevenção do diabetes gestacional. Para obter esse benefício, basta polvilhar um pouquinho de canela em sobremesas, sucos e vitaminas. Não é preciso exagero e sempre vale a pena conversar antes com o médico que está acompanhando a gestação.

Além disso, a canela pode até mesmo estimular a circulação sanguínea, devido ao seu efeito termogênico. E, esta propriedade pode ser obtida utilizando pouca quantidade do condimento, sem risco algum.

Já comentamos antes aqui no blog sobre os possíveis efeitos abortivos do chá de canela. Não existe nada que comprove esse efeito, mas como o chá tem propriedades concentradas, o risco pode ser maior que no consumo da canela na culinária. O chá, feito com o pau de canela em decocção, é contraindicado para grávidas porque pode estimular a contração uterina. Mesmo sem estudos comprovatórios, não custa nada evitar.

Se você tem dúvidas sobre o que faz bem ou faz mal durante a gravidez, converse com o seu médico. Ele conhece melhor seu organismo, sabe dos medicamentos que você utiliza e de todo o processo de gestação. Assim, ele é certamente a pessoa mais indicada para indicar ou contraindicar qualquer coisa.