Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Como Fazer um Descongestionante Nasal Caseiro?

Quem nunca ficou com o nariz entupido? Difícil encontrar alguém que nunca tenha passado por esse problema, não é mesmo? Mas, você sabe como é causada a congestão nasal? Diferentemente do que algumas pessoas pensam, a congestão nasal não é causada pelo acúmulo de muco nas vias respiratórias. A dificuldade para respirar ocorre quando as paredes esponjosas que revertem o nariz estão inchadas.  Esse inchaço se deve a uma reação do próprio organismo, que tenta eliminar os corpos estranhos que irritam o nariz. Com o inchaço, fica mais difícil a passagem do ar, tornando a respiração mais difícil.

A congestão é um problema bastante incômodo. Por isso, existem muitas pessoas que são viciadas em descongestionantes nasais. O nariz fica entupido constantemente e elas só sentem alívio depois que usam o medicamento. Não é difícil encontrar pessoas que andam com um vidrinho desse medicamento na bolsa, e constantemente está espirrando nas narinas. Mas, é importante salientar que o descongestionante nasal, além de viciar, também agrava a congestão quando utilizado com frequência. Ele só deve ser usado com a prescrição médica.

Para você que sofre com o nariz entupido, veja como preparar um descongestionante nasal caseiro, feito com a buchinha paulista. A mistura ajuda contrair as veias que irrigam o nariz, facilitando a passagem do ar. Anote os ingredientes.

Descongestionante Nasal com Buchinha Paulista

Ingredientes:

  • 1 buchinha paulista (também conhecida como buchinha do norte ou cabacinha)
  • 1 copo de água filtrada

Modo de Preparo: Corte a buchinha em quatro partes e mergulhe no copo d’água. Deixe de molho durante uma noite e coe no outro dia. Guarde o descongestionante caseiro em um vidro com um conta gotas para facilitar aplicação.

Buchinha do Norte

Buchinhas do norte ou paulista

Pingue 1 gota da mistura no nariz e depois respire profundamente, para que o descongestionante passe totalmente pelas vias respiratórias. Repetir o processo sempre o nariz estiver entupido. Porém, não use este produto demasiadamente, ele deve ser utilizado com moderação.

Quais são os cuidados ao usar o descongestionante nasal?

A buchinha paulista é tóxica e pode causar reações no organismo. Por isso, é importante não ferver nem ingerir o chá feito com a planta. Siga as recomendações para evitar qualquer tipo de problema. Também, não use o descongestionante em crianças menores de 12 anos e nem se estiver grávida. A buchinha do norte é tida como uma planta abortiva, por isso é melhor evitar o uso, mesmo que seja somente aplicando no nariz.

Se mesmo usando o descongestionante, o problema persistir, pare com o uso do medicamento e procure um médico para uma avaliação mais criteriosa.

Benefícios da Buchinha Paulista

Apesar de ser tóxica, a buchinha paulista também é cheia de propriedades medicinais. Ela não pode ser ingerida, mas pode ser usada como descongestionante nasal, como foi ensinado acima, e também pode ser usada para fazer inalações (acesse o link para aprender a fazer o chá para inalação). Ademais, alguns usam-a para realizar compressas.

A inalação do chá feito com a buchinha do norte alivia os sintomas da bronquite, rinite e sinusite, problemas respiratórios bem comuns, que incomodam muita gente. Logo, a buchinha paulista pode ser benéfica para indivíduos que possem problemas respiratórios. Esta é uma planta anti-herpética, adstringente, anti-séptica, expectorante e vermífuga.

Ademais, a buchinha também é benéfica para o tratamento de feridas, como aquelas ocasionadas por infecções. Porém, antes de usá-las para tais fins, consulte o seu médico. O uso contraindicado desta planta pode ocasionar hemorragias, sangramento do nariz, alterações no olfato, irritação e morte do tecido do nariz. E, como falado, em grávidas, pode estimular contrações uterinas, além de poder promover alterações no desenvolvimento fetal ou a morte do tecido placentário.