Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Como Fazer Hidratação Com Óleo de Rícino?

A planta Ricinus Communis, mais conhecida como mamona, possui em seu interior uma grande quantidade de óleo. As suas sementes são tóxicas, mas o óleo extraído não, e, por isso, ele é ótimo para quem quer aproveitar todos os benefícios da planta para a beleza. Assim como outros óleos vegetais, o óleo de rícino é um ótimo hidratante natural. Ele ajuda a cuidar dos fios de forma profunda, trazendo mais brilho e força.

Além disso, a presença de substâncias com ação bactericida favorece o combate a problemas como a queda e a caspa. Pessoas que seguem o cronograma capilar podem fazer uso do óleo de rícino nas fases de umectação. Já para quem apenas que hidratar os fios, o ideal é aplicá-lo puro ou juntamente com máscaras de hidratação a cada 15 dias. Abaixo, saiba como usar o óleo de rícino.

Hidratação Capilar com Óleo de Rícino

Para aproveitar melhor todos esses benefícios, a dica é usar o óleo de rícino corretamente. Ele pode ser adquirido em lojas de produtos naturais ou especializadas em cosméticos. Lembre-se também de conferir se não tem óleo mineral na composição, pois ele resseca os fios. A aplicação é bem simples. Porém, como o óleo de rícino é muito espesso, o ideal é misturá-lo com um pouco de azeite de oliva extra virgem para conseguir um melhor resultado. Faça a seguinte mistura:

  • 1 medida de óleo de rícino
  • 1 medida de azeite de oliva

Junte os dois em um recipiente e leve ao microondas para ficar morno (apenas alguns segundos). Se preferir, coloque em banho maria. Com os óleos já derretidos, aplique nos fios desde a raiz até as pontas, espalhando bem.

Faça uma massagem na raiz com a ponta dos dedos para que o óleo possa estimular a circulação. Depois deixe agir por cerca de 2 horas. Passado esse tempo, lave com o shampoo de sua preferência até remover toda a oleosidade. Em seguida, passe o condicionador só do meio para as pontas.

kÓleo de rícinoVocê pode deixar os cabelos secarem ao natural ou com o secador. A finalização pode ser feita com o leave-in que você costuma utilizar no dia-a-dia. Após 15 dias repita o procedimento ou siga as orientações o cronograma capilar.

Benefícios

O óleo de rícino proporciona diversos benefícios para o cabelo. Ele fortalece os fios, ajuda a combater a queda, evita a quebra dos fios, é fonte de vitamina E, fundamental para a saúde capilar, estimula a circulação sanguínea no couro cabeludo, hidrata os cabelos de forma profunda, combate a caspa, reduz a descamação, fecha as escamas dos fios e age como selante, mantendo a hidratação.

Como mencionado, o óleo de rícino é extraído da mamona, uma planta que era muito conhecido pelo seu poder laxante. Muitas pessoas supõe que o óleo de rícino é tóxico, porém, tanto a sua extração quanto o uso são seguros. Isso porque o óleo não se mistura com a rícina, um componente tóxico da mamona.

O óleo de rícino possui diversos componentes, como os ácidos graxos, principalmente o ácido ricinoleico, ácido oleico, ácido linoleico e ácido linolênico, ácido palmítico e ácido esteárico, sais minerais e, por fim, a vitamina E.

O principal benefício do óleo de rícino para o cabelo é ocasionado pelo ômega 6 e ômega 9, que estimulam o couro cabeludo e os folículos pilosos. Assim, o cabelo torna-se mais volumoso e cresce mais fortalecido. Também, estes compostos hidratam os fios e impedem que eles fiquem ressecados ou mesmo oleosos. Eles ômegas criam uma película em volta dos fios, para que eles não percam água de forma deliberada.

Ademais, o óleo de rícino também é benéfico para a pele e ainda não causa não causa acnes ou lesões nesta. Para os que possuem muita acne, o óleo é ainda mais vantajoso, pois ele age como um adstringente, reduzindo as bactérias na pele. Também, o óleo é um hidratante e cicatrizante natural.