Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Qual o Remédio Natural Recomendado para Corrimento Vaginal?

O corrimento vaginal é algo que, além de indicar algum problema no corpo feminino, em alguns casos, também pode ser muito incômodo. Por isto, são utilizados diversos métodos e remédios para diminuir o corrimento vaginal, sejam estes naturais ou não. Este remédio natural para corrimento vaginal, a base de aroeira-da-praia (Schinus terebinthifolia) é bem interessante. Além de tratar a leucorreia (corrimento vaginal) também atua em casos de inflamação vaginal, agindo também como hemostático, adstringente e cicatrizante.

A aroeira-da-praia possui o seu uso cientificamente comprovado, sendo nativa da América do Sul. Esta árvore, que possui frutos vermelhos, possui entre 5 a 10 metros de altura e o tronco revestido por uma casca grossa que possui usos medicinais. Porém, as folhas também podem ser usadas para extrair todas as propriedades da aroeira. Confira abaixo mais sobre esta planta e a preparação do chá desta, de acordo com a Anvisa.

Receita

Ingredientes:

  • 1 g das cascas da aroeira
  • 1L de água

Modo de Preparo: Para fazer este remédio natural, devemos colocar as cascas da aroeira na água e levá-la ao fogo por mais ou menos dez minutos. Por se tratar de uma casca, ela deve ser fervida junto com a água, e não apenas colocada após a fervura da mesma.

Aplique o chá na região afetada duas vezes ao longo do dia, em compressas, banhos de assento. É importante mencionar que o uso deste chá é somente tópico, para banhos e compressas.

Conheça todos os benefícios da aroeira

Conheça todos os benefícios da aroeira.

Informações Adicionais

Alguns corrimentos são normais e não se deve preocupar, pois é uma característica natural da vagina. Mas o corrimento que é normal deve ser transparente, e ter cheiro suave. Segundos os ginecologistas, o muco natural produzido pela vagina se assemelha ao iogurte natural. Caso o corrimento possua algo diferente disto, algo não está bem.

Existe outro tipo de corrimento transparente que é chamado de clara de ovo, ele acontece durante a ovulação e também é normal. Já um corrimento róseo aparece no início da gravidez.

Os corrimentos anormais e que merecem atenção são o branco espesso que pode ser sinal de candidíase. Mas para ser cândida este corrimento branco deve vir acompanhado de outros sinais como ardência e coceira e a vagina fica avermelhada.

A candidíase, ao contrário do que se imagina não é doença sexualmente transmissível e ninguém precisa ficar com vergonha de dizer que tem. Ela aparece muitas vezes devido à baixa imunidade, e em muitos casos causada até por questões emocionais e situações estressantes. Ela é causada por um fungo e é tratada topicamente.

Já o corrimento verde, que possui cheiro forte,pode ser sinal de tricomoníase. E, essa sim é uma DST e seu tratamento é à base de antibióticos.

Existe um tipo de corrimento marrom que não é anormal, ele apenas é indício de início de menstruação, mas caso não seja esta a razão e se você sente dores, ele cheira forte você deve procurar o médico pois pode ser que se trate de gonorreia.

O importante é conhecer seu corpo e ao menor sinal de algo diferente procurar um médico. A saúde íntima é muito importante e mesmo que você tenha uma boa higiene e não tenha relacionamentos de risco ou com parceiros diferentes, pode ser que você tenha uma doença sexual que quanto antes descoberta e tratada mais chances de não desenvolver nada mais grave. Cuide de você e converse com suas amigas, oriente quem precisa.

É importante mencionar que o chá de aroeira só deve ser utilizado caso isto seja recomendação de um ginecologista. E, de forma alguma este tratamento natural deve ser usado em detrimento de outros, visto que certos tipos de corrimento podem piorar com o tratamento inadequado. O chá pode ser utilizado após o parto como anti-inflamatório, cicatrizante ou como medicação caseira para o tratamento de doenças do sistema urinário e do aparelho respiratório, também.