Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Como Fazer Gargarejo com Romã para Dor de Garganta?

Um dos principais problemas que aparecem com o tempo seco é a inflamação na garganta. Começa com uma dor fraca, que parece que tem algo arranhando. Mas, depois, o incômodo vai aumentando, e de repente aparecem as placas bacterianas, que chegam a aumentar o tamanho das amídalas, dificultando a alimentação. Depois do aparecimento das placas, que é a infecção, somente antibióticos podem resolver. Mas, se a inflamação for tratada antes que chegue à infecção, o alívio pode ser bem rápido.

Quando a garganta está inflamada, a romã pode se tornar uma grande aliada. Essa fruta, rica em vitamina C e sais minerais, também contém substâncias antioxidantes, que auxiliam no tratamento das inflamações. Essas substâncias, principalmente os taninos, atuam como um anti-inflamatório natural, combatendo não só as dores de garganta, mas também outros problemas de saúde.

Uma boa forma de acabar com a dor de garganta é o já conhecido gargarejo com romã. A dica é preparar um chá com a casca da fruta e gargarejar diariamente até a inflamação desaparecer. A receita também serve para aftas e outros tipos de ferida na boca. Pessoas que trabalham usando a voz também podem se tornar adeptas ao gargarejo com chá de romã. Essa infusão melhora a voz e evita a rouquidão. Veja como preparar o gargarejo!

Receita Gargarejo com Romã

Ingredientes:

  • 1 copo de água
  • 1/2 colher (chá) de casca de romã picada

Modo de preparo:

Primeiramente, ferva a água em um recipiente adequado. Depois, despeje a água sobre a casca de romã e tampe a misura. Mantenha abafado por 10 minutos, coe e deixe esfriar. Faça gargarejos com a infusão de romã de 2 a 3 vezes por dia, preferencialmente de manhã e à noite.

Romã

Use a casca da romã para acabar com a dor garganta

Cuidados

Você não deve engolir o chá de romã. Use apenas para fazer bochechos e gargarejos. A ingestão pode causar náuseas, vômitos, tremores, espasmos na panturrilha, entre outros sintomas. Ainda, as grávidas devem ter cuidado redobrado. O ideal é não usar o chá nem para gargarejos, para evitar o risco de ingestão. O chá de romã não é abortivo, mas não se sabe quais podem ser os efeitos na gestação, por isso o melhor é sempre evitar.

Com as crianças também é preciso ter cuidado, já que nem sempre vão conseguir fazer o gargarejo sem engolir o líquido. Só ofereça o gargarejo a uma criança se tiver absoluta certeza de que não vai engolir.

Mais benefícios da romã

A romã é uma fruta rica em benefícios para a saúde, sendo utilizada há muito tempo como um poderoso antioxidante. O seu principal princípio ativo é o ácido elágico, que atua como um antioxidante para a prevenção ao mal de Alzheimer, na redução da pressão e também como um anti-inflamatório. Por isto, a romã é tão eficaz para o tratamento de infecções de garganta.

Além de ser um excelente anti-inflamatório, ela evita gripes e resfriados e é eficaz no tratamento de feridas. Também, a romã é rica em ferro e, por isto previne a anemia, além de melhorar a saúde da pele, unhas e cabelo.

A fruta pode ser ingerida ao natural, comendo as pequenas sementes que são revestidas por um suco gelatinoso deliciosos. Porém, o chá deve ser evitado. A ingestão da romã ajuda a reduzir o mau colesterol e tratar casos de diabetes. Até o câncer pode ser evitado por essa frutinha, já que possui muitos antioxidantes, combatendo os radicais livres.

Para as mulheres a romã tem uma propriedade muito benéfica, que ajuda a reduzir os sintomas da menopausa e da TPM. Nos homens, a fruta pode reduzir as chances de se ter um câncer de próstata e também funciona como afrodisíaco, estimulando a circulação sanguínea nas zonas erógenas e aumentando a libido.